Shiatsu

A palavra Shiatsu deriva do japonês Shi = a dedo e atsu = pressão, ou seja, pressão com o dedo. O principal objetivo do Shiatsu é manter ou (re)estabelecer o equilíbrio energético, a fim de prevenir ou tratar disfunções que sejam causadas pelo desequilíbrio dessa energia. Segundo a visão da Medicina Oriental as doenças são originadas pela desregulação de energia nos meridianos.

Indicações:

Sistema muscular:

  • Alívio das tensões, contraturas e dores musculares;
  • Benefício à postura e tônus muscular;
  • Melhora da dor e sensibilidade dos pontos gatilhos (trigger points);
  • Auxílio ao tratamento de fibromialgia, tendinites, tenossinovites e paralisia muscular.

Sistema respiratório:

  • Auxílio ao tratamento de gripes, resfriados, bronquite asmática;
  • Alívio das crises de rinite e sinusite.

Sistema digestivo:

  • Alívio das dores em casos de espasmos gástricos, cálculos biliares e gastrite;
  • Auxílio ao tratamento da gastrite nervosa, viroses e diarréia;
  • Facilita o peristaltismo intestinal, sendo indicado nos casos de constipação.

Sistema cirulatório:

  • Auxílio em combate à hipertensão arterial e arritmia cardíaca;
  • Melhora da circulação sanguínea e linfática;
  • Ajuda no combate às varizes e varicosas.

Sistema urinário:

  • Alívio e diminuição das dores em casos de cólica renal;
  • Auxílio ao tratamento da incontinência urinária e fecal;
  • Auxílio ao tratamento de bexiga caída.

Sistema reprodutor:

  • Auxílio ao tratamento de impotência sexual, frigidez;
  • Alívio das cólicas menstruais;
  • Complemento ao tratamento de distúrbios menstruais;
  • Alívio dos sintomas da menopausa como fogacho, sudorese e cansaço.

Outros:

  • Relaxamento físico, mental e emocional;
  • Auxílio ao tratamento da depressão, síndrome do pânico, enxaqueca, artrose, artrite reumatóide e nevralgias;
  • Alívio dos sintomas do bruxismo e distúrbios da ATM como dor na face, cansaço dos músculos da mastigação e dor de cabeça.

Contraindicações:

  • Inflamações agudas
  • Doenças com febre
  • Doenças contagiosas
  • Suspeita de fraturas e/ou luxações
  • Gravidez (antes do 3º mês).